5 dicas indispensáveis para valorizar a iluminação externa da sua casa

Posted by John Doe 26/03/2019 0 Comentários


 

Uma boa iluminação externa é responsável por valorizar o paisagismo, iluminar as áreas de circulação, oferecer maior conforto e aconchego para o uso das áreas de lazer à noite e principalmente contribuir para a segurança do imóvel. 


É preciso entender que pensar na luminosidade externa é fundamento e indispensável para a sua residência. Uma boa iluminação externa deve levar em conta uma série de fatores, como o tipo de lâmpada, a importância da escolha da luminária correta para o uso externo, o posicionamento adequado das luzes no local, entre outros elementos que possibilitam o melhor aproveitamento da área externa.


Está planejando a iluminação externa da sua casa e precisa de dicas sobre esse tipo de iluminação? Então tudo o que você precisa está aqui!

 


1 - Por que investir na iluminação externa?


Investir na iluminação externa é uma forma de tornar esse espaço uma extensão da casa. Com uma boa luminosidade externa é possível ter mais um local de convivência, em que a família pode interagir e receber convidados, além de valorizar a área do jardim e a fachada do imóvel. 

 


Pensar na iluminação externa adequada para o ambiente reflete a personalidade e o bom gosto do proprietário. Uma boa luminosidade externa não contribui apenas para a decoração do ambiente, outra função bem importante é a segurança. Espaços mais iluminados tendem a passar a sensação de um ambiente mais seguro. Além disso, corredores, garagem e escadas são exemplos de áreas que merecem uma iluminação estratégica para evitar acidentes.

 


2 - Conhecendo os tipos de lâmpadas 


 

Conhecer os principais tipos de lâmpadas e suas funcionalidades é importante para escolher a melhor opção para as necessidades do seu ambiente. Cada tipo de lâmpada tem suas características próprias, o que contribui para dar um efeito diferente na iluminação externa.
 

Incandescente


Transmitem uma luz amarelada, agradável, mas como converte boa parte da energia em calor, ela acaba por esquentar o ambiente.
Fluorescente


Também são conhecidas por lâmpadas frias, já que não dissipam. Em geral, emitem iluminação branca ou levemente azulada e estão disponíveis em formatos tubulares ou compactas.


Halógenas


Também amareladas, são mais fortes que as incandescentes porque geram menos calor. É indicado para serem utilizadas como facho de luz direcional para destacar objetos de decoração.


LED


As famosas lâmpadas LED são ideais para ambientes externos. Além do baixo consumo de energia das mesmas, elas possuem uma maior durabilidade de vida. 

 


3 - A importância da temperatura das lâmpadas


 

A temperatura influencia nas sensações que um ambiente pode passar com a sua iluminação. As lâmpadas com tonalidade mais quente são relaxantes e aconchegantes, enquanto as mais frias são energizantes. Em alguns locais é necessária uma iluminação mais amarelada, como nos jardim, já que a luz quente deixa o ambiente mais elegante. Mas em outros ambientes, é necessário lâmpadas brancas, pois são mais eficientes, como por em exemplo nos degraus. 

 


4 - Escolha a luminária correta 


No mercado de iluminação existem diversos modelos de luminária externa para quintal. É necessário escolher a mais adequada para a sua casa, de acordo com as funcionalidades de cada uma. Confira qual escolher:
 
Arandela 

 


É um tipo de luminária para parede e seu efeito proporciona iluminação, aconchego e sofisticação. As arandelas podem jogar a luz para cima, para baixo ou nos dois sentidos.


Tartarugas

 


O nome curioso vem justamente do seu formato geralmente ovalado, que lembra o casco de uma tartaruga. Sua aparência, função e localização no teto ou parede se comparam as de uma arandela. Sua vantagem está no tamanho reduzido, próprio para qualquer ambiente, e na adequação para qualquer tipo de lâmpada.


Spot Externo 

 


Esse modelo de luminária é, basicamente, um produto utilizado na iluminação externa de ambientes que fornece uma luz mais direcionada e ainda tem um importante aspecto decorativo no ambiente. 


Balizadores

 


São luminárias embutidas em pisos ou paredes que têm a função de realçar outros elementos da decoração. Além do seu valor estético, eles são importantes para ajudar na segurança dos ambientes externos. 


Postes de luz

 


Essa luminária pode ser encontrada em diversos modelos e tamanhos. Geralmente são indicados tanto para a decoração, como também para atender ao quesito de iluminação. O poste de luz é um elemento de personalidade e muito marcante, lembrando que existem diversos tamanhos e o ideal para a sua casa depende do tamanho do seu jardim, é preciso pensar no espaço que esse modelo de luminária irá ocupar.


Espeto Luminária de Jardim 

 


Fácil de instalar, o espeto de jardim é indicado na decoração externa de jardins, criando um ambiente aconchegante e inovador.

 


5 - Como posicionar as luzes


A melhor opção para saber que lugares precisam de iluminação externa, é dando uma volta à noite pela sua área externa. Existem alguns locais considerados tradicionais para posicionar as lâmpadas e proporcionar uma melhor iluminação, como em:

  •  Entradas: deve-se focar em pontos estratégicos, nos dois lados da entrada, e combinar luz direta com indireta para criar um belo efeito na chegada da residência;
  •  Corredores e trajeto: exigem uma luz suave para mostrar aos transeuntes o caminho a seguir;
  •  Escadas e degraus: ilumine os degraus de cima para baixo, para evitar acidentes. A iluminação deve ser suficiente para evitar tropeções;
  •  Piscina: luzes externas de chão e refletores evitam a condução de energia dentro da água. Entretanto, também é possível instalar fitas de LED ou fibra ótica no interior da piscina, que mudam de cor e trazem descontração;
  •  Jardim: em geral, busca-se iluminar plantas e objetos, para dar destaque e criar pontos de atenção na decoração. Prefira lâmpadas de baixa tensão.

Deixe um Comentário