Iluminação para escritório: Ilumine adequadamente o ambiente de trabalho

Posted by John Doe 02/03/2020 1 Comentários

 

Em dúvida de como iluminar o ambiente de trabalho? Vamos esclarecer como funciona, definir quais são os prós de um investimento na iluminação para escritório adequada e dar algumas dicas.


Mais que funcional, a iluminação tem uma importante função de influenciar na arquitetura e também no desempenho dos funcionários. A iluminação para escritório deve ser elaborada e executada de modo a estimular a produtividade, produzindo ambientes bem iluminados e, ao mesmo tempo, construindo um ambiente agradável para todos.


As luzes podem favorecer na execução do serviço, aumentando a concentração dos profissionais e reduzindo erros, podendo até evitar possíveis acidentes.

 

 

A luz deve proporcionar sensação de conforto

luz indireta  embutida na parede é uma opção perfeita para os escritórios, já que a incidência não ocorre diretamente na tela do computador, o que pode causar certo desconforto e deixar o ambiente mais cansativo.

 

 A luz branca proporciona sensação de luminosidade maior, pois exige menos esforço para enxergar com precisão, além de ser considerada estimulante, é a escolha perfeita de iluminação para escritório. O objetivo é iluminar o ambiente de maneira uniforme, sem criar contrastes indevidos, sombras ou brilhos exagerados. Para isso, uma boa dica é utilizar lâmpadas de LEDs.

 

Conheça os tipos de lâmpada de LED

 

 

As lâmpadas de LED são uma ótima opção para quem busca economia na conta de luz. O LED nada mais é do que um diodo emissor de luz (ou Light Emitting Diode). Além de possuir um tamanho bem reduzido em relação às demais lâmpadas, o diodo possui uma taxa de luminosidade realmente boa.

 

Essa diminuição nos gastos é possível, porque ao contrário das lâmpadas fluorescentes, as lâmpadas de LED são muito mais eficientes, pois produzem a mesma quantidade de luz (ou lúmem, para ser mais correto) utilizando bem menos energia. Além disso, a geração de calor durante esse processo é praticamente nula, o que ajuda na economia energética.

 

Basicamente existem três tipos de lâmpadas de LED. 

 


PAR e AR: Estes modelos são os mais recomendados para substituir as Lâmpadas Halógenas (lâmpadas incandescentes com filamento de tungstênio). Sem a utilização de mercúrio, o produto garante eficiência no gasto de energia e consequente economia no consumo. 


Dicróica: Melhor opção para fins decorativos. Também é uma boa escolha para complementar a iluminação das partes internas do espaço em que é utilizada. 


Tube: Este modelo é ideal para espaços comerciais. O preço costuma ser mais elevados em comparação as anteriores, mas compensa no design mais facilmente adaptável aos diferentes tipos de ambientes.


Fazendo um comparativo no consumo energético entre as opções de iluminação, percebe-se que as lâmpadas LED é a opção mais econômica. Uma lâmpada incandescente de 60W, por exemplo, consome a mesma energia que uma luminária LED de apenas 4,5W. Isso representa uma economia de 55,5W a cada hora. 

 

 

Iluminação natural

 A iluminação natural no escritório não deve ser dispensada. Aproveitar o uso da luz natural que vem de portas e janelas, é uma ótima alternativa de iluminação para escritório, além de ajudar na saúde dos funcionários e ser uma solução sustentável.

 

A luz natural deixa as pessoas mais otimistas e entusiasmadas, proporcionando toda a estimulação mental e visual necessária para regular os ritmos cardíacos e respiratórios. Ficar muito tempo em um ambiente sem o acesso de nenhuma iluminação natural é o mesmo que dispensar uma produção gratuita de vitamina D.


O posicionamento do escritório em relação à luz natural permite usufruí-la em certos períodos do dia, assim como manter janelas abertas para manter o ambiente arejado. Mas escritórios que recebem muita incidência de sol também precisam de cortinas e persianas para isolar as janelas e evitar que a luz natural não torne o ambiente ainda mais quente.

 

 

Ambientes com iluminação natural nos deixam mais dispostos, produtivos e diminuem os níveis de estresse. Isso se dá porque as partículas de luz natural ampliam a percepção do cérebro sobre o ambiente. À combinação das lâmpadas necessária para o ambiente e a luz natural colabora para o desempenho da empresa e a sustentabilidade.

 

Veja algumas dicas de iluminação para escritório:

  • Use lâmpadas com cores mais frias, no tom branco azulado, pois as lâmpadas de cores quentes, como branco amareladas, tendem ao relaxamento e sonolência;

 

  • Luminárias suspensas são boas opções, pois deixam o ambiente mais iluminado e menos cansativo – a energia da luz muito incisiva pode gerar estresse, tensão, calor e atrapalhar o funcionário a desempenhar suas tarefas com calma e eficiência;

 

  • Aproveite ao máximo a luminosidade natural através de janelas e vidros;

 

  • Escolha cores claras para o teto e para as paredes, pois isso ajuda na iluminação do ambiente;

 

  • Não instale uma iluminação de voltagem muito alta. Além de aquecer o ambiente, o reflexo da luz nos objetos e nos papéis gera um brilho incômodo à visão;
     

 

Um nível inadequado de iluminação prejudica a saúde e a execução das tarefas dos colaboradores. Para evitar problemas oculares, fadiga, estresse, acidentes de trabalho e até mesmo autuações trabalhistas, é imprescindível que a iluminação corporativa esteja adequada.

 

 

Gostou de saber mais sobre iluminação para escritório? Curta nossa página no facebook e compartilhe essa informação com outras pessoas.

1 Comentários

Luciano Jorge Brito Santiago:
06/09/2018, 10:33:11 PM
Responder

Muito Bom

Deixe um Comentário