Luz direta, indireta e difusa: Dicas para escolher a iluminação perfeita

Posted by John Doe 24/08/2018 0 Comentários

 

Você sabe a diferença entre luz direta, indireta e difusa? Como e quando usar? Neste texto iremos tirar todas as suas dúvidas e dar dicas de como escolher a melhor iluminação para a sua casa.

 

A iluminação é algo essencial para a ambientação de qualquer espaço.  Quando falamos em residências um bom projeto de iluminação é fundamental para valorizar a decoração e transmitir a sensação correta em cada ambiente. Iluminar a sua casa também é decorar.

 

Para isto, o tipo de luminosidade adequada é muito importante. Saiba como escolher corretamente a melhor luz para o seu lar de acordo com a necessidade, o seu estilo e a sensação que quer passar.

 

 

Como utilizar a Luz direta em sua casa

 

Esse tipo de iluminação é recomendado quando se precisa focar em algo, dando destaque a algum ponto da decoração. Por isso spots são as principais formas de utilizá-la, além de abajures e luminárias de mesa.

 

Para evidenciar um quadro ou uma escultura, pode-se utilizar um faixo de luz, de forma que o quadro ganhe destaque. Se você utiliza a luz direta, o foco estará aonde à iluminação chegar.

 

A luz direta chama a atenção para elementos de decoração, mas também favorece a funcionalidade do ambiente como mesas de trabalho, escritórios, bancadas de cozinha e gabinete do banheiro.

 

 

 

Crie efeitos aconchegantes com a Luz indireta

 

A iluminação indireta não possui um foco dirigido para iluminar. Assim, ilumina o ambiente como um todo, criando um efeito mais aconchegante e menos invasiva no ambiente.

 

Esse tipo de iluminação equilibra a sua funcionalidade com o poder decorativo, já que proporciona belos efeitos, especialmente quando aplicada em placas de gesso no teto, no forro, em detalhes no chão ou com o uso de luminárias com filtros foscos.

 

É possível também aproveitar a luz indireta em paredes, com arandelas, e até em luminárias de chão, desde que a peça consiga gerar o reflexo que ilumine o ambiente. Para valorizar a luz indireta, aposte em lâmpadas amarelas, que são mais “quentes” e aconchegantes.

 

 

 

As vantagens da Luz difusa

 

A luz difusa é muito usada em ambientes internos. Ela ilumina o ambiente de forma homogênea e suave, sem contrastes, com poucas sombras, não agredindo a vista e gerando assim uma sensação de conforto.

 

Ao mesmo tempo em que a lâmpada difusa é decorativa e funcional, esse tipo de iluminação é a mais versátil de todas. A luz difusa é indicada para escritórios, salas, quartos, banheiros, corretores e etc.

 

 

E aí, gostou de saber mais sobre os tipos de luminosidade? Curta nossa página no facebook e compartilhe essa informação com outras pessoas.

 

Deixe um Comentário